Miguel Fabrin

Ipumirim - SC


 

Ciências, Voluntariado

Sobre

Miguel Fabrin é um jovem de 19 anos de uma Ipumirim, uma pequena cidade no interior de Santa Catarina. Foi o primeiro colocado no curso de Medicina na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) por meio do Sistema de Cotas de Escola Pública. Sempre tendo estudado em escolas públicas, ele foi um dos jovens selecionados para participar do Programa Jovens Embaixadores por causa do seu espírito empreendedor e capacidade de liderança em 2017. Atualmente, Miguel é vice-presidente da Federação Internacional dos Estudantes de Medicina (IFSMA - UFSC). Seu maior sonho é mostrar para os jovens brasileiros como a educação pode ser uma ferramenta de transformação da sua realidade.

Miguel nasce em Ipumirim em 2000, uma cidade no interior do estado de Santa Catarina.

Em 2004, começa o ensino primário em uma escola municipal.

Com apenas seis anos de idade, começa a jogar futebol recreativamente, esporte pelo qual ele apaixona-se rapidamente.

Em 2012, Miguel começa a praticar atletismo.

Durante a oitava série, participa do Programa Bombeiro Voluntário Mirim da sua cidade, onde ele começa a ter experiências como um profissional da área.

No primeiro ano do Ensino Médio, Miguel muda de escola, tendo que se adaptar a uma nova realidade. Então, dedica-se a aprender computação por meio de um curso do SENAI.

Ainda participando do Bombeiro Voluntário, Miguel e os seus amigos se engajam em um projeto de construção de uma sonda atmosférica. A sonda é então lançada pela primeira vez em maio de 2015, sendo relançada exitosamente diversas outras vezes.

Em janeiro de 2016, é selecionado ao programa “Jovens Embaixadores”, um intercâmbio de três semanas nos Estados Unidos para estudantes brasileiros. No restante do ano, ele começa a fazer cursinho e dedicar-se a passar no vestibular.

Em 2017, é o primeiro colocado no curso de medicina da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) por meio do Sistema de Cotas de Escola Pública. No início do curso, torna-se presidente da Federação Internacional dos Estudantes de Medicina (IFMSA - UFSC).

Em 2019, Miguel atua como vice-presidente do IFMSA Brazil - UFSC. Seu maior sonho é mostrar aos jovens brasileiros como a educação pode ser uma ferramenta de transformação da sua realidade.